A partida do Botafogo com o Paraná não foi marcada somente pela despedida de Jefferson. O outro evento marcante da noite do Estádio Nilton Santos foi o retorno de João Paulo às partidas. Ele não jogava desde que sofreu uma fratura dupla num jogo contra o Vasco ainda em março, e confessou que a ansiedade era grande para retomar a carreira.

– Foram muitas emoções nos últimos dias, muita ansiedade. Estava até sonhando com aquele gol de falta que quase saiu, mas roubei só um pedacinho dessa grande festa para o Jefferson. É um cara que merece tudo, temos muito orgulho pela carreira que ele teve – disse o apoiador, após o jogo. E concluiu:

– Passou (pela cabeça que eu não voltaria a jogar futebol). Tinha muitas dúvidas no início, quando comecei a trabalhar no campo, muitas dores. Praticamente tiver que reaprender a jogar correr e jogar bola – afirmou.

De fato, a dividida com Rildo foi feia e o jogador do Botafogo saiu direto do campo para o hospital, onde foi submetido a cirurgia. Desde então, vinha se recuperando e treinando com a expectativa de voltar a jogar no fim deste ano. E conseguiu.

Fonte: Terra