Jobson é emprestado ao Al-Ittihad e espera voltar um dia

Compartilhe:

Jobson embarca na madrugada desta terça-feira para a Arábia Saudita, onde fará exames médicos e, se aprovado, assinará contrato de empréstimo por um ano com o Al-Ittihad. O destino é mais uma tentativa na carreira do jogador, de 25 anos, de comprovar o talento apresentado em 2009, quando teve grandes atuações pelo Botafogo no Campeonato Brasileiro daquele ano, ajudando o clube a não ser rebaixado para a Série B.

Ainda com contrato até junho de 2015 com o Botafogo, Jobson garante não ter abandonado seu sonhos, mesmo com tantos problemas vividos na carreira. Ele começou no Brasiliense, foi negociado em definitivo com o Botafogo, mas não se firmou e passou por empréstimos no Bahia, Atlético-MG e São Caetano.

No ano passado, chegou a atuar pelo Botafogo sob o comando do técnico Oswaldo de Oliveira depois de cumprir suspensão por doping. Jobson foi elogiado algumas vezes pelo comandante, mas problemas disciplinares, inclusive com membros da comissão técnica, minaram sua permanência no clube.

O Botafogo não vai receber qualquer valor pela negociação e Jobson vai para o Al-Ittihad com preço de seus direitos econômicos fixado.

– Espero ter oportunidades e aproveitá-las. De lá, vou continuar torcendo pelo sucesso do Botafogo. Tenho muito carinho pelo clube e quero provar que posso voltar um dia – afirmou Jobson.

Desde a queda do São Caetano para a Série A-2 do Campeonato Paulista, no dia 21 de abril, Jobson estava afastado do elenco. No entanto, no dia 31 de julho, ele entrou em campo no segundo tempo da derrota por 1 a 0 para o Audax de São Paulo, pela Copa Paulista. Em seu último clube, teve problemas com a ex-mulher, indo até para a delegacia.



Fonte: Globoesporte.com
Comentários