A diretoria do Botafogo terá de enfrentar um grave problema jurídico/financeiro. Por determinação do juiz Márcio Alexandre Pacheco da Silva, da 45 Vara Civel, do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, o clube sofreu a penhora de R$ 2.831.214,28 referentes a uma ação por perdas e danos e inadimplemento das obrigações, movida pela empresa “Hefesto Consultoria e Projetos LTDA”.

O arresto inclui todas as receitas do clube, como direitos de transmissão da televisão, cotas do fornecedor de material esportivo e recebimento de premiação de competições nacionais e internacionais. A querela judicial se dá, segundo o autor da ação, pelo não pagamento na transferência de atletas, motivo da parceria entre as partes.

Fonte: De Prima - Lance!