O mundo começa a abrir os olhos para Luis Henrique. O atacante de 18 anos, um dos destaques do Botafogo neste ano, entrou na mira do Leicester City, da Inglaterra. O clube da Terra da Rainha monitorava o atleta do Alvinegro antes da pandemia do novo coronavírus.

Máscaras do FogãoNET para torcedores do FogãoNET durante a quarentena da pandemia do novo coronavírus (COVID-19)

Os Foxes enviaram um olheiro para observar Luís Henrique em uma partida do Botafogo em 2020 e todos os envolvidos na captação do clube inglês gostaram do que viram. O atacante era titular sob o comando de Alberto Valentim e manteve o ritmo com Paulo Autuori, treinador do Glorioso antes da paralisação das competições por conta do coronavírus.

A equipe comandada por Brendan Rodgers ainda não fez nenhum tipo de sondagem – e, consequentemente, proposta – para o Botafogo por Luís Henrique, mas já começou a deixar claro que se interessa pelo jogador no futuro. No momento, este desejo não passou de meras especulações.

O Leicester é o terceiro colocado do Campeonato Inglês e possui uma interessante filosofia em apostar em jovens jogadores nos últimos anos – como os casos de Wilfred Ndidi, Çaglar Söyüncü, Youri Tielemans e James Maddison, todos com 23 anos.

Luís Henrique é um dos maiores ativos do Botafogo e possui uma multa rescisória de 30 milhões de euros (R$ 188 milhões, na cotação atual). O clube, que tem 40% dos direitos do atacante, ainda não definiu um valor certo que espera receber em uma possível venda, mas espera um boa quantia.

O atacante estreou entre os profissionais no final do ano passado, mas iniciou a atual temporada como titular. Em 2020, ele marcou um gol e distribuiu três assistências em dez partidas disputadas.

Fonte: Terra