Com contrato se encerrando no dia 9 de julho de 2019, Leo Valencia está perto de poder assinar um pré-contrato com outro clube. O jogador, que fez uma temporada regular pelo Botafogo, ainda não recebeu uma proposta para ampliar o vínculo com o Alvinegro carioca. O Esporte 24 Horas apurou que o Colo-Colo, do Chile, fez uma sondagem pelo atleta. No entanto, nada foi formalizado aos representantes do camisa 10 do Glorioso. O meia-atacante surge como opção para substituir Fierro, ex-Flamengo, que foi dispensado pelo time chileno.

Contratação

O Botafogo venceu a disputa com o Vasco e contratou Leo Valencia em julho de 2017, após o atleta se destacar pelo Palestino, do Chile. Na época, o chileno chegou para a vaga do argentino Montillo, que havia se aposentado. O jogador ficou conhecido pelos brasileiros após marcar o gol que eliminou o Flamengo da Copa Sul-Americana de 2016.

Antes de chegar ao Glorioso, Leo Valencia passou pelos seguintes clubes: Melipilla; Unión La Calera, Palestino, Santiago Wanderers e Universidad de Chile. Em seu país, conquistou a Taça Chile (2014/15) e a Supercopa de Chile (2015). As boas atuações o levaram a ser convocado para a Copa das Confederações de 2017. A Seleção Chilena, que estreava na competição, ficou com o vice-campeonato. Já pelo Botafogo, o meia-atacante foi campeão do Carioca deste ano.

Temporadas

Leo Valencia estreou pelo Botafogo no dia 2 de agosto de 2017, na derrota por 2 a 1 para o Palmeiras, no Estádio Nilton Santos, partida válida pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro daquele ano. Em sua primeira temporada pelo Clube da Estrela Solitária, disputou 15 partidas e não marcou gols.

Na atual temporada, o chileno entrou em campo 49 vezes, sendo 17 no Campeonato Carioca, 27 no Brasileirão e cinco na Copa Sul-Americana. Valencia balançou as redes em cinco oportunidades, contra Nova Iguaçu, São Paulo, Bahia, Nacional (Paraguai) e Flamengo. Foi titular em 47 partidas e saiu do banco em outras duas, acumulando 3699 minutos jogados.

Fonte: Esporte 24 Horas