O contrato de Leo Valencia com o Botafogo não vai apenas até o meio da temporada, como muitos torcedores alvinegros pensavam. Apesar do atleta ter registro na Ferj até o próximo dia 9 de julho, o chileno acertou um contrato de três anos com o Fogão em 2017, quando chegou para substituir Montillo. Daqui a exatamente sete meses o meia terá uma renovação automática do vínculo até 2020 e, assim, não corre o risco, pelo menos no momento, de assinar um pré-acordo com nenhum outro clube, como o Colo-Colo, que mostrou-se interessado no futebol do camisa 10.

Em contato com o Boletim do C.E na última segunda-feira, o vice-presidente de futebol Gustavo Noronha confirmou a extensão e explicou o “conflito” de informações.

– Ele tem prorrogação automática até julho de 2020. Só não fizemos diretamente porque ele é estrangeiro não residente no Brasil e há uma limitação legal, um teto de dois anos – esclareceu à coluna do FOGÃONET.

Contrato de Leo Valencia será atualizado até julho de 2020 (Foto: Reprodução/Ferj)

MAIS 1 ANO! Contrato do meia Leo Valencia será atualizado até julho de 2020 (Foto: Reprodução/Ferj)

Na noite desta terça-feira, os jornalistas Bernardo Gentile, do UOL Esporte, e Igor Dorilêo, da Coluna do Flamengo, também elucidaram a questão em suas páginas no Twitter. Bernardo apurou que o aditivo existente será publicado em breve e Igor lembrou que um caso semelhante aconteceu, recentemente, no clube da Gávea, com o lateral-esquerdo peruano Miguel Trauco por conta da restrição do visto trabalhista (veja abaixo).