Magoado, Capita diz que não irá mais ver o Botafogo: ‘Presidente me tirou o tesão’

Compartilhe:

Ídolo e torcedor do Botafogo, Carlos Alberto Torres, capitão da seleção brasileira no tricampeonato mundial de 70, está tão magoado com a diretoria alvinegra, que deixou de ir ao estádio ver o time jogar. A gota d’água para o rompimento definitivo foi a demissão de seu enteado, o preparador físico Marcello Campello, na última terça-feira.

– Não vou mais. Não tenho condição. Ele (o presidente Carlos Eduardo Pereira) me tirou o tesão. Mas quando ele cair fora, a gente elege outro presidente, e eu volto a frequentar o estádio – desabafou o Capita, que, por telefone, brigou com o técnico René Simões.

Foi Carlos Alberto Torres quem levou Campello para o Botafogo em dezembro, quando era ministro do futebol.



Fonte: Blog Extracampo - Marluci Martins - Extra Online
Comentários