No primeiro tempo do jogo com o Cruzeiro, o Botafogo já perdia por 2 a 0 quando o técnico Vagner Mancini foi expulso. Ele reclamou e pediu atenção do quarto árbitro, por causa de uma vantagem mal dada pelo juiz Elmo Alves Resende Cunha (ignorou falta clara em Rogério). Acabou levando o cartão vermelho e saiu vociferando.

– Foi excesso de autoridade. Por que tenho que dar atenção e ele não pode? Ele tem que olhar para mim também. Só que os juízes estão sempre acima de qualquer coisa – reclamou à TV Globo.

O auxiliar Régis Angeli assumiu o time após a expulsão.

Fonte: Redação FogãoNET