Vinte e seis minutos do primeiro tempo. Carlos Alberto é lançado e fica cara a cara com Diego Cavalieri. Porém, demora a concluir e perde a chance de abrir o placar. Na avaliação do técnico Vagner Mancini, este lance pesou para o Botafogo. Após perder o clássico para o Fluminense, neste sábado, no Maracanã, o treinador lamentou a oportunidade desperdiçada pelo meia.

“Ele ainda está distante do atleta que sabemos que pode ser. É um atleta que podia ter nos dado a vitória em um lance que ele demorou para finalizar”, disse Mancini.

O técnico analisou o gol perdido por Carlos Alberto e também enumerou outros lances que poderiam ter mudado a sorte do Botafogo no clássico.

“O lance poderia ter mudado o jogo. Se tivéssemos saído na frente, o Fluminense teria mais dificuldades. Naquele lance específico, quando a bola foi metida, ele girou, achou que tinha um tempo demasiado, mas na realidade não tinha. Ele me disse que esperou a queda do Cavalieri. Naquele momento, sair na frente seria muito importante. Teve o lance do Andreazzi também, do Jobson, do Murilo. Teve um momento que o Gabriel deu um passe para o Murilo também, mas o passe saiu um pouco atrás. Queríamos deixar o jogo à nossa maneira, e não à maneira do Fluminense, como foi após o gol”, acrescentou.

Na zona de rebaixamento, com 33 pontos, o Botafogo volta a campo na quarta-feira, às 19h30, em São Januário, e encara o Figueirense.

Fonte: O Dia Online