O técnico do Botafogo, Vagner Mancini, se mostrou animado ao falar da atuação de sua equipe na goleada por 6 a 0 sobre Criciúma na noite deste sábado, no Maracanã, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro. O treinador disse que o time se mostrou perto da perfeição, mas pediu calma ao elenco na empolgação.

“Esteve perto [da perfeição], sim. Diante do tempo que estou, do que foi passado e do que vi, hoje a equipe chegou perto da perfeição. Sabemos que não será assim nos próximos jogos. Temos que quebrar pedra, trabalhar. Mas hoje fomos muito bem”, exaltou Mancini.

Mancini ressaltou também a importância do time ter finalmente saído na frente do marcador após três jogos no Campeonato Brasileiro. Nas derrotas para São Paulo e Bahia e no empate com o Internacional, o Alvinegro sofreu gol primeiro e depois teve que correr atrás do prejuízo, sem sucesso.

“Sair na frente era essencial, saímos atrás nos outros jogos e tivemos resultados ruins. Tínhamos que ver a reação que o time teria na frente do marcador. Hoje temos que exaltar a postura porque antes de marcar a equipe já estava concentrada. Só nos 10 primeiros minutos não mandou no jogo. Muita coisa evoluiu. Mas ainda tem muito ainda a ser acertado e o tempo nos dará essa condição”, afirmou o treinador, que procurou exaltar também a vontade demonstrada pelo Alvinegro em campo.

“Falei no vestiário que o Criciúma tinha que ver um time que mostrasse que queria vencer desde os primeiros minutos. Fomos o time que mais brigou, mais chutou… Quando você foca numa situação, passa aos atletas e vê resposta é sinal de que o grupo está entendendo. Todos dentro do vestiário sabiam que poderíamos dar mais e sair da situação incomoda. É importante que não pensem que estamos empolgados, porque temos que estar atentos para evoluir sempre”, analisou Mancini.

Até mesmo por conta do mau momento que o Botafogo enfrentava até a vitória por 6 a 0 neste sábado, o público foi bastante pequeno no Maracanã, com pouco menos 5 mil presentes ao estádio. Para Mancini, cabe ao Alvinegro jogar bom futebol como contra o Criciúma para atrair os torcedores.

“Não é a torcida que vai encher e nos fazer jogar. Nós que temos que encher o campo de futebol para ter o estádio cheio. Hoje foram 5 mil, daqui a pouco teremos mais gente. Vamos entrar numa fase que não vamos jogar aqui no Rio, mas temos que mostrar para a torcida um time vibrante e que ainda não está satisfeito”, disse o treinador, que ainda brincou sobre o fato de ter trocado a habitual roupa social pela camisa do clube neste sábado.

“Se for só mudar a roupa, já está fixa até o fim do campeonato”, se divertiu Mancini. “Mas a troca hoje não foi por nada, foi mais pela chuva mesmo. É algo muito do dia, abro o armário e escolho na hora”, encerrou.

Com a vitória, o Botafogo chegou aos quatro pontos e saltou para a nona posição, onde dorme na noite deste sábado. No domingo, porém, o time ainda pode ser ultrapassado, mas pouco provavelmente voltará à zona de rebaixamento, onde começou a rodada.

Fonte: UOL