Membro da comissão de crise revela proposta de pedir afastamento de Assumpção

0 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

O Botafogo vai ferver. Sob o risco de rebaixamento no Campeonato Brasileiro e diante das demissões de quatro jogadores na reta final, a comissão de crise alvinegra vai discutir o pedido de afastamento do presidente Maurício Assumpção. Candidato à presidência e membro da comissão, Carlos Eduardo Pereira pedirá a imediata intervenção para que se encontre um nome para comandar o clube e livrá-lo da queda.

— Vou fazer a recomendação aos pares da comissão. A ideia é afastar o atual presidente, enquanto ainda há tempo para salvar o Botafogo. Ele não tem condições de conduzir o clube, é incapaz de um diálogo — disse Carlos Eduardo, que atua há 30 anos na política alvinegra.

A princípio, a comissão ficaria restrita apenas a ter acesso a informações do clube, como, por exemplo, financeiras. Mas depois que Maurício Assumpção anunciou a demissão de quatro atletas, Carlos Eduardo pensou em propor uma interferência, o que não estava previsto num primeiro instante.

Se a proposta for aprovada, a comissão, formada por outros quatro membros, a encaminhará ao Conselho Deliberativo, presidido por José Luiz Rolim, que, já na semana que vem, poderá convocar uma reunião extraordinária para uma decisão.

 

Notícias relacionadas