Tendo um jogador convocado para a seleção, o departamento de futebol do Botafogo teve de decidir o planejamento para a volta do goleiro Jefferson após os amistosos da seleção nos dias 26 e 29, contra França e Chile, respectivamente. A ideia do gerente de futebol do clube, Antônio Lopes, era dar um dia de folga ao camisa 1 no dia seguinte a sua volta. Jefferson, porém, não aceitou a regalia.

Jefferson ficará de fora das partidas contra a Cabofriense, no dia 21, contra o Barra Mansa, no dia 25, e frente ao Vasco, no dia 29.

Segundo o técnico René Simões, o jogador conversou com os dirigentes e se dispôs a viajar com a delegação alvinegra para a Paraíba, no dia 30, mesmo dia de sua volta da Europa. A atitude foi exaltada pelo treinador.

— O Lopes chamou o Jefferson para conversar e disse que ele teria direito a uma folga ao voltar da seleção. Mas quem disse que o Jefferson aceitaria? Ele vai querer viajar com a equipe. Ele convenceu o Lopes e nos garantiu que estará com a equipe. Isso mostra a importância que ele tem como referência — exaltou.

Fonte: Extra Online