Apesar de saídas, Chico Fonseca mantém discurso de títulos

Compartilhe:

No começo da temporada, ao finalizar a contratação de reforços como Julio Cesar e Bolívar, o vice-presidente de futebol do Botafogo, Chico Fonseca, disse que o time montado entraria em todas as competições para disputar o título. Depois de vencer o Campeonato Carioca e estar em segundo lugar no Campeonato Brasileiro, a classificação para as quartas de final da Copa do Brasil em um momento conturbado serviu de alento.

Mesmo com a perda de sete jogadores ao longo da temporada (Márcio Azevedo, Jadson, Fellype Gabriel, Andrezinho, Antônio Carlos, Vitinho e Henrique), Chico mantém o seu discurso. Para reforçar o time durante o Campeonato Brasileiro, o Botafogo contratou Dankler, Elias e Hyuri.

– Esse elenco dá a cada dia uma demonstração de força. Os jogadores e a comissão técnica são dignos e fazem o seu trabalho independentemente dos problemas que o Botafogo enfrenta. Falei no começo do ano que disputaríamos todos os títulos e continuo dizendo o mesmo, pois confio muito neles – afirmou Chico Fonseca.

Os jogadores mostram estar cada vez mais unidos na busca por um título nacional e a consequente vaga na Taça Libertadores do ano que vem. O grupo já apresentou sua consciência sobre a importância dessas conquistas para o clube, que não é campeão brasileiro desde 1995, jamais venceu a Copa do Brasil e não disputa a Libertadores desde 1996.

– Temos que fazer nossa parte para lutarmos pela liderança do Campeonato Brasileiro domingo contra o São Paulo. A gente é muito fechado e unido. Vamos brigar até o fim por nossos objetivos – afirmou o zagueiro Dória.

Domingo, contra o São Paulo, o Botafogo precisa vencer e torcer por uma derrota do Cruzeiro para o Vasco. Assim, reassumirá a liderança do Campeonato Brasileiro. Para esse  jogo, o time não terá o goleiro Jefferson, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, que será substituído por Renan.



Fonte: Globoesporte.com
Comentários