Principal esperança para um Botafogo mais forte nos próximos anos, a SPE (Sociedade com Propósito Específico) está perto de virar realidade. Em entrevista ao Canal do TF, do jornalista Thiago Franklin, o ex-presidente Carlos Augusto Montenegro disse que a chance é alta de sair o projeto de clube-empresa.

– De zero a dez, eu diria oito. Vamos fazer com calma. O projeto está pronto. Agora estamos procurando fundos e empresas especializadas em gestão, acostumadas a investir em clubes da Europa. Grandes botafoguenses também têm interesse. Não pode ser corrido. Esse projeto que deve ser votado no Congresso essa semana ajuda ainda mais o nosso – afirmou Montenegro, antes de acrescentar.

– O importante é que esse modelo atual é que não pode continuar – declarou.

Influente no clube, o ex-dirigente revelou que está colaborando com a logística do Botafogo para voltar do jogo de quarta-feira, contra a Chapecoense, em Chapecó. A ideia é ter um voo fretado.

– O Ricardo Rotenberg (vice de futebol) foi fundamental essa semana, ficou a semana toda com o Botafogo. Estamos ajudando, fazendo vaquinha para fretar voo depois do jogo em Chapecó, jogadores voltarem na quarta à noite mesmo. Vou fazer força para a política de ingressos para o jogo com o Internacional seja R$ 10, R$ 5, R$ 1, mulher não pagar no estádio todo, enfim… Vamos concentrar nos dois jogos finais, fazer força para pagar os salários essa semana. São várias atitudes para sair dessa guerra e entrar na Sul-Americana, importante para o projeto ano que vem – completou.

Fonte: Redação FogãoNET e Canal do TF