As opções, agora, estão claras para Jair Ventura. Em reunião nesta quarta-feira, o Botafogo fez uma proposta de renovação que iria até 2020. Agora, resta ao treinador decidir se permanece no Alvinegro carioca ou se vai para o paulista – o Santos, que o transformou no seu plano A e se mostrou disposto a pagar a multa para tirá-lo do Botafogo.

Na reunião, estavam presentes o técnico Jair Ventura, o presidente do Botafogo, Carlos Eduardo Pereira, o vice-presidente geral e futuro presidente, Nelson Mufarrej, e o vice de futebol Gustavo Noronha.

– Fizemos proposta para que ele fique até 2020, mas ele ainda não deu uma palavra final – disse Mufarrej.

Desde a campanha presidencial, em novembro, o então candidato Nelson Mufarrej já vinha dizendo que pretendia manter o treinador até o fim de seu mandato.

Mas o Santos se mostrou disposto a pagar os R$ 800 mil para levar Jair Ventura. Pelo contrato do técnico com o Botafogo, a parte que rescindir o contrato unilateralmente precisaria pagar 50% dos vencimentos salariais totais até o fim do contrato. O contrato atual de Jair vai até o fim de 2018.

Fonte: Extra Online