No seu discurso oficial na cerimônia de posse, o novo presidente do Botafogo, Carlos Eduardo Pereira, fez duras críticas ao ex-presidente Maurício Assumpção. Segundo ele, a gestão antiga era “irresponsável”, “sem compromisso com a boa governança” e deixou o clube em situação estarrecedora.

De acordo com o presidente, a situação encontrada em General Severiano é muito pior do que o imaginado. As dívidas e as decisões da antiga gestão retratam o amadorismo com que o clube foi dirigido no último triênio.

“A antiga gestão não possuia compromisso com a boa goveranança e tinha como único fonte de sobrevivência o adiantamento de receitas. Na época, faltou ao Conselho Deliberativo coragem para interronmper o processo de insolvência que se instaurava no clube, mas nunca nos faltou coragem e dedicação para modificar isso. O mais importante é que a diretoria não faz promessas levianas. estamos mostrando empenho para cumprir os compromissos que assumimos”, disse Carlos Eduardo.

O novo mandatário aproveitou para alfinetar o antigo presidente, que, notoriamente, trouxe seus amigos para cargos importantes no clube, além de ter assinado acordos com empresas de pessoas ligadas à sua família.

“As causas dessa crise não serão esquecidas. Não deixaremos impunes os responsáveis por essa situação estarrecedora que vive o Botafogo. É inconcebível que se possa imaginar alguém que diga amar ao clube que pratique os atos que foram praticados e tomar as decisões que foram tomadas. Simplesmente inaceitável e tenho cerrteza que nos momentos que compartilharmos todas essas informações, todos ficarão tão estarrecidos quanto nós. Posso garantir e dar a minha palavra de que nenhum dirigente do Botafogo levará qualquer tipo de vantagem ao longo dessa gestão”, declarou o presidente, para ser interrompido por aplausos e gritos de ‘Ladrão!’ direcionados ao antigo presidente Maurício Assumpção.

Por fim, Carlos Eduardo Pereira retificou a seriedade de seus pares e afirmou seu compromisso em recuperar o CT de General Severiano, sucateado pela antiga gestão.

“O ano de 2015 será um ano muito duro, de sobrevivência e muita luta. Temos muita coisa pela frente. Quero também reafirmar o meu compromisso de recuperar nossa sede. Pretendemos reativar o CT de General Severiano, sepultando a ideia absurda de tornar o nosso campo sagrado em uma área de lazer para peladeiros. Vamos recuperar o respeito ao Botafogo, que espero que continue Glorioso para todo o sempre”, finalizou o novo presidente, muito aplaudido pelos presentes no salão nobre do clube.

Fonte: ESPN.com.br