‘Não posso coibir a fome de gol do Vitinho’, diz Oswaldo

Compartilhe:

Vitinho foi sem dúvidas um dos destaques do Botafogo na vitória por 3 a 2 sobre o Vasco neste domingo, no Maracanã. O atacante desfilou bonitas jogadas, deu a assistência para o gol de Seedor, mas o excesso de individualidade acabou o atrapalhando em certas situações. O técnico Oswaldo de Oliveira elogiou o garoto, sem esquecer que ele precisa ajustar algumas deficiências.

– Precisamos da sintonia fina. Não posso coibir a espontaneidade e a fome de gol do Vitinho. Ele é um jogador que dribla e finaliza como poucos no futebol brasileiro. Não vou tolhir, não vou podar, vou dar sempre a possibilidade de, se sentir confiança, tem que tentar o gol. Temos trabalhado com ele que ele não pode ser repetitivo, porque senão o adversário identifica o que ele vai fazer. Nessa bola que o Lodeiro teve a chance, ele deveria ter passado, aí é que eu falo da sintonia fina. Estamos trabalhando para que ele amadureça – disse.

Fonte: Redação FogãoNET

Comentários