Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Taça Rio

22/05/21 às 15:05 - São Januário

Escudo Vasco
VAS

X

Escudo Botafogo
BOT

Taça Rio

16/05/21 às 11:05 - Nilton Santos

Escudo Botafogo
BOT

X

Escudo Vasco
VAS

Taça Rio

09/05/21 às 18:00 - Nilton Santos

Escudo Nova Iguaçu
NOV

0

X

1

Escudo Botafogo
BOT

Navarro já supera fácil eficiência dos três artilheiros ‘perdidos’ pelo Bota em 2015

0 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Primeiro o Botafogo perdeu Jobson, suspenso pela Fifa em abril. Depois quem saiu foi Bill, que alegou problemas e foi negociado em junho com o Busan IPark, da Coreia do Sul. Na sequência, foi a vez de Rodrigo Pimpão também deixar o clube, em julho, ao ser vendido para o Emirates Club, dos Emirados Árabes. Os três atacantes “perdidos” pelo Alvinegro durante esta temporada seguem sendo os três principais artilheiros do clube em 2015, mas a eficiência deles na média de gols já é facilmente superada pelo novo camisa 9 botafoguense.

Contratado em julho para suprir a saída dos outros jogadores da posição, o uruguaio Álvaro Navarro já demonstrou em pouco tempo o seu faro de gol. Na goleada sobre o Atlético-GO por 4 a 0, nesta terça-feira no Engenhão, ele balançou as redes três vezes, chegando a cinco gols marcados em seis partidas disputadas pelo Botafogo, média de 0,83 por partida.

O desempenho de Navarro é amplamento superior ao dos três atacantes que deixaram o clube. Bill ainda é o artilheiro alvinegro na temporada, com 11 gols marcados em 28 jogos, média de apenas 0,39. Pimpão fez nove gols em 25 partidas, média de 0,36. Enquanto Jobson marcou seis gols em 17 jogos, média de 0,35.

Nenhum deles conseguiu balançar as redes três vezes em uma mesma partida este ano, feito que o uruguaio de 30 anos atingiu nesta terça, no duelo que colocou o Botafogo novamente na liderança da Série B do Brasileiro.

Navarro já é o artilheiro de 2015 do Botafogo entre os atletas do atual elenco, ao lado de Willian Arão e Sassá, que, entretanto, demoraram muito mais tempo para fazerem cinco gols. Arão já disputou 43 jogos (média de 0,12) e Sassá atuou 32 vezes (média de 0,16).

“Os gols foram importantes, mas o principal foi a vitória. Aos poucos vou me adaptando. Vou pedir a bola como recordação”, disse Navarro, após a vitória sobre o Atlético-GO, para na sequência ser elogiado pelo técnico Ricardo Gomes.

“Ele ainda está adaptando e conhecendo e evoluindo. Que ele faça o que fez hoje constantemente. Ele fez tudo certo. Segurou a bola, deu passe, finalizou. Ele estava sempre em movimento, sempre tentando o espaço e segurando a bola lá na frente”, disse o treinador botafoguense.

Revelado pelo Defensor (Uruguai), Navarro, conhecido como “El Chino”, teve passagens pelo Gimnasia y Esgrima (Argentina), Gody Cruz (Argentina), Cobresal (Chile) e estava no Olmedo (Equador), onde foi artilheiro da equipe equatoriana na temporada 2014/2015, com 19 gols.

Confira os números dos artilheiros do Botafogo em 2015:

Navarro: 5 gols – 6 josos – média de 0,83

Bill: 11 gols – 28 jogos – média de 0,39

Rodrigo Pimpão: 9 gols – 25 jogos – média de 0,36

Jobson: 6 gols – 17 jogos – média de 0,35

Notícias relacionadas
Comentários