Nike burla interdição e grava comercial dentro do Engenhão

Compartilhe:

Mesmo interditada por riscos de colapso em sua cobertura, a arquibancada do Engenhão foi utilizada na tarde desta terça-feira para a gravação de comercial da Nike, empresa de material esportivo. Cerca de 200 pessoas simulavam uma torcida enquanto atores atuavam como jogadores no gramado do estádio. O uso da estrutura, no entanto, causou surpresa até mesmo à diretoria do Botafogo, que disse não ter autorizado a ação no local.

“O combinado era apenas para o comercial ser gravado do lado de fora do estádio. Foi uma falha de comunicação, um mal entendido. Soube disso agora e estou procurando os responsáveis para interromperem as gravações do lado de dentro”, disse o diretor executivo do Botafogo, Sérgio Landau, ao UOL Esporte.

Os figurantes estavam no setor superior da arquibancada oeste, justamente o que fica logo abaixo da cobertura do estádio. A interdição do estádio foi realizada justamente porque os torcedores no mesmo local correriam risco em caso de um desabamento da estrutura, segundo laudo divulgado pela Prefeitura do Rio de Janeiro no dia 26 de março.

Apesar de teoricamente não sofrer com os mesmos riscos, o gramado não vem sendo utilizado pelo Botafogo também por conta da interdição. Inicialmente, o time seguiu treinando no campo, mas recebeu um comunicado da prefeitura vetando seu uso. Recentemente, no entanto, o prefeito Eduardo Paes disse, em entrevista à Rádio CBN, que o problema seria apenas para pessoas localizadas nas arquibancadas.

No dia 26 de março, o prefeito Eduardo Paes convocou reunião entre os presidentes de Botafogo, Flamengo, Fluminense e Vasco e da Ferj (Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro) para anunciar a interdição do Engenhão. O administração se baseou no laudo da empresa alemã SBP, que previa risco de desabamento da cobertura em caso de ventos com velocidade maior que 63 km/h,

A interdição, no entanto, gerou polêmica. No começo de maio, a Abece (Associação Brasileira de Engenharia e Consultoria Estrutural) divulgou um relatório da empresa inglesa Building Research Establishment que questionava a qualidade do laudo determinante para o fechamento do estádio. Em meio aos protestos, o prefeito Eduardo Paes convocou uma comissão para dar a palavra final sobre a situação em quinze dias. O prazo expira na próxima semana.

A gravação do comercial da Nike começou na segunda-feira da semana passada, mas apenas nesta terça o campo foi acionado. Na última quinta, o atacante Neymar esteve no estádio para cenas do mesmo projeto. A ação faz parte do lançamento na nova chuteira da marca norte-americana, que terá o jogador santista como garoto-propaganda.

Fonte: UOL

Comentários