Após mais uma eliminação precoce na temporada, o técnico Zé Ricardo foi desligado nesta sexta-feira pela diretoria do Botafogo. A demissão ocorre no dia seguinte à derrota para o Juventude por 2 a 1, em Caxias do Sul, que decretou a queda ainda na terceira fase da Copa do Brasil. O clube divulgou nota oficial comunicando a decisão no fim da manhã desta sexta (leia no final do texto).

Contratado no início do mês de agosto de 2018, Zé Ricardo começou sua trajetória com relativo êxito, afastando o Botafogo da briga contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro e chegando a flertar com uma briga por uma vaga na Libertadores. Porém, nesse ano, as coisas não aconteceram.

À exceção da classificação sobre o Defensa y Justicia na Copa Sul-Americana, Zé Ricardo colecionou fracassos. No Campeonato Carioca, o Botafogo sequer conseguiu atingir uma semifinal de turno, terminando na modestíssima 8ª posição no geral. E, na Copa do Brasil, com mudanças contestadas no time e sem conseguir dar padrão de jogo à equipe, sucumbiu ao Juventude, equipe que disputa a Série C do Brasileirão.

Zé Ricardo comandou o Botafogo em 41 jogos, com 17 vitórias, 11 empates e 13 derrotas, atingindo um aproveitamento de 50,4%.

Como só volta a campo no Campeonato Brasileiro, quando estreia contra o São Paulo apenas no dia 27, o Botafogo terá cerca de duas semanas para definir o novo comandante.

Confira a nota oficial:

O Botafogo de Futebol e Regatas comunica que o técnico José Ricardo Mannarino não seguirá à frente do comando técnico da equipe de futebol profissional.

O Clube agradece ao treinador pelo trabalho, dedicação, e por todo o profissionalismo empenhado. 

Fonte: Redação FogãoNET