Jair Ventura resolveu. Zé Ricardo nem tanto. Botafogo vive expectativa sobre tempo perdido

27 comentários

Blog do Mansell

Blog do Mansell

Compartilhe

Jair Ventura em Botafogo x Fluminense | Campeonato Carioca 2017
Vítor Silva/SSPress/Botafogo

Em 2019 eu conversava com um membro da diretoria do Botafogo, influente no departamento de futebol, sobre o tempo perdido em 2018 quando Alberto Valentim deixou o clube. O Botafogo insistiu em Marcos Paquetá e depois contratou Zé Ricardo. O dirigente me disse que apesar do grande erro que foi Marcos Paquetá, o Glorioso tinha tido ferimentos leves, pois escapara do rebaixamento.

Lembrei a ele, no entanto, que os ferimentos foram graves. Zé Ricardo quase levou o Botafogo para a Libertadores. Os cinco jogos em que Marcos Paquetá perdeu tempo no comando do Botafogo provavelmente impediram esta classificação. Meio sem graça, ele balançou a cabeça dizendo que eu tinha razão. Naquele período o tempo perdido não foi recuperado.

Dois anos antes, em 2016, Ricardo Gomes deixou o Botafogo ao fim do primeiro turno com o time mergulhado na zona de rebaixamento. A sua troca tinha que ser feita antes pois visivelmente não tinha capacidade de mudar a forma de jogar da equipe. Tinha esgotado todas as possibilidades. Quis o destino que o São Paulo investisse em Ricardo Gomes. Assim Jair Ventura assumiu o time. Dessa vez o tempo perdido não atrapalhou. Com ele no comando o Botafogo deu uma histórica arrancada e avançou para a Libertadores.

Botafogo perdeu muito tempo com Chamusca?

Marcelo Chamusca em Botafogo x Cruzeiro | Série B do Campeonato Brasileiro
Marcelo Chamusca não emplacou no Botafogo (Foto: Reprodução/Premiere)

Banner de produtos com frete grátis na loja do FogãoNET: carteira, bolsa de academia e máscaras

Agora o Botafogo vive uma nova troca de técnico. Sai Marcelo Chamusca e assume Enderson Moreira. O novo treinador, que não reputo como da primeira linha do futebol brasileiro, conseguiu mudar visivelmente a forma de jogar da equipe. Assim deixou visível a perda de tempo com Marcelo Chamusca. O Botafogo saiu da segunda página da tabela da Série B para encostar no G-4. Será que o tempo perdido vai impedir o acesso?

Pelo fato de a competição sequer ter virado de turno acredito que o novo treinador tenha condições de fazer um trabalho para chamar de seu. Assim também espera a torcida botafoguense. Que a boa fase seja aproveitada com pontos na bagagem.

Notícias relacionadas