O técnico Oswaldo de Oliveira participa ativamente da montagem do elenco do Santos para a temporada e, além de aprovar as negociações por reforços em andamento, indicou um nome de sua confiança: o lateral-direito Lucas, de 25 anos, com quem trabalhou no Botafogo, seu ex-clube.

O jogador foi titular durante quase toda a passagem de Oswaldo pelo clube carioca, mas não joga desde julho, quando sofreu uma lesão no tornozelo. Ele voltou a treinar apenas no fim de novembro.

A diretoria do Peixe já consultou o Botafogo sobre o atleta e também manteve contato com Eduardo Uram, representante de Lucas. Ao saber do interesse santista e da possibilidade de voltar a ser comandado por Oswaldo, o lateral se empolgou. No entanto, ele acredita que não deve ser liberado tão facilmente, afinal, tem contrato até o fim de 2015. Os direitos econômicos dele estão repartidos entre o clube carioca e alguns investidores.

Aníbal Rouxinol, gerente executivo do Botafogo, afirma que não recebeu nenhuma oferta do Santos.

– Para o Botafogo não chegou qualquer proposta – disse, ao L!Net.

O Botafogo tem várias opções para a lateral e acertou nos últimos dias a chegada de Alex, do Vitesse, da Holanda, e a ida de Gilberto para o Internacional. O principal concorrente de Lucas, que em 2012 foi chamado para a Seleção Brasileira para disputa do Superclássico das Américas, é Edilson, titular do Fogão no segundo semestre de 2013.

Já o Santos também tem fartura na lateral direita, posição que conta com Cicinho e Bruno Peres. No entanto, se Lucas chegar à Vila Belmiro, o primeiro pode ser deslocado para o meio de campo, posição na qual atuou algumas vezes pela Ponte Preta e até pelo Peixe ano passado. Recentemente, Galhardo foi emprestado ao Bahia.

Revelado pelo Figueirense, Lucas passou pelo São Bento-SC antes de fechar com o Bota em 2011. Veloz, ele chega à linha de fundo com facilidade e costuma participar das jogadas ofensivas da equipe. Em 121 jogos pelo clube carioca, ele anotou sete gols.

A reportagem do L!Net tentou contato com o presidente em exercício do Peixe, Odílio Rodrigues, para comentar o interesse em Lucas, mas não obteve sucesso.