O técnico Oswaldo de Oliveira lamentou a decisão da diretoria do Botafogo em não renovar o vínculo de seu contrato, mas admitiu que a possibilidade de comandar o Santos em 2014 é grande. O treinador, que palestrou durante a 10ª edição do Footecon – fórum sobre futebol no Rio de Janeiro -, disse que deseja trabalhar na equipe paulista e aguarda uma conversa com representantes do alvinegro.

“Vejo com muita satisfação o interesse desse clube [Santos] que já passei duas vezes, fico feliz de ter esses primeiros contatos. Ainda não falei com nenhum representante do Santos, mas acho que terei um encontro com o presidente nos próximos dias. Vamos discutir, espero que dê certo e que eu possa trabalhar no grande Santos pela terceira vez”, disse Oswaldo.

Durante as últimas semanas, Oswaldo teve sondagens de outras equipes e, segundo o UOL Esporte apurou, ficou insatisfeito com o que considerou uma demora do time carioca em negociar sua permanência. Ele lamentou a saída do clube e desejou sorte para que o Botafogo confirme a vaga na próxima Copa Libertadores.

“Eu lamento minha saída do Botafogo. Queria a continuidade do trabalho, apesar de ter conseguido de certa forma algo improvável no Brasil, que é ficar duas temporadas na mesma equipe. Acho que a sequência nos daria uma forma melhor, mas isso não foi possível. O clube decidiu e já que foi assim, tudo bem, não tem problema, vamos em frente. Queria muito permanecer, agora estou procurando outras possibilidades. Já tive contato anterior quando ficou claro que a gente não iria continuar, alguns clubes me procuraram, uns com mais veemência”, completou o treinador carioca.

Fonte: UOL