Além de luvas de R$ 5 milhões, o atacante Sassá pede um salário de aproximadamente R$ 300 mil para renovar seu contrato com o Botafogo, que termina no fim do ano. Esta foi a solicitação de Junior Aldo, um dos empresários do atleta, em reunão esta semana com os dirigentes alvinegros.

Internamente em General Severiano, a proposta é vista como fora da realidade pelos cartolas, mas o clube ainda não desistiu da negociação e tentar reduzir os valores para buscar um acordo, que parece cada vez mais longe de acontecer.

Sassá fica livre para assinar um pré-contrato com outro clube a partir de julho, a seis meses do fim do contrato, e o Botafogo corre o risco de perder sua revelação de graça no fim do ano. Em fevereiro, o clube rejeitou uma proposta de R$ 5 milhões do Lokomotiv Moscou, da Rússia.

Fonte: Globoesporte.com