A Polícia Civil prendeu, nesta segunda-feira, um dos suspeitos do assassinato do torcedor do Botafogo Diego Silva dos Santos, de 28 anos, morto no início da noite do dia 12 de fevereiro deste ano. O integrante da torcida Jovem do Flamengo Fábio Henrique Pinheiro, conhecido como Fabinho Playboy, de 38 anos, foi indiciado pela Divisão de Homicídios por ter agredido e matado Diego com socos, pontapés e usando espetos de churrasco, pouco antes do início da partida entre Botafogo e Flamengo, no Engenhão.

Em março, a polícia prendeu outros cinco suspeitos de participação no crime. São eles: Rogério Silva Guinard; Herbert Vinicius Sabino de Paula; Vitor Portêncio da Silva, conhecido como Gringo; Rafael Silveira Camelo, apelidado de Rafael Pag e Adonai Dias dos Santos, vulgo Jacó. Todos eles eram integrantes da torcida Jovem do Flamengo.

No início de abril, a Justiça do Rio acatou integralmente o pedido do Ministério Público estadual (MPRJ) e suspendeu a Torcida Jovem do Flamengo dos estádios por três anos, uma das maiores suspensões de facção organizadas já aplicadas pelo tribunal carioca.

Fonte: Extra Online