A estrela da companhia ainda não se reapresentará nesta sexta-feira em General Severiano. Como os demais jogadores que terão a Libertadores como meta, o holandês Seedorf só voltará das férias na segunda-feira. E, para o presidente Maurício Assumpção, a especulação de sua saída, antes do fim do contrato, em junho, não passa de intriga da oposição.

– A imprensa italiana especulou isso, mas, para a gente, ele não deu nenhum indício de que quer sair — destacou o dirigente. — A Libertadores é uma competição inédita na carreira dele – lembrou Maurício.

Em caso de troca de clube, a multa rescisória prevista no contrato do holandês é de 3 milhões de euros. Mas, uma cláusula do documento prevê que, se quiser encerrar a carreira, Seedorf não precisa indenizar o Botafogo.

Porém, o otimismo é tão grande, que a diretoria alvinegra ainda faz planos para o futuro de seu principal jogador: espera prorrogar por alguns meses o contrato de Seedorf, que termina no dia 30 de junho, portanto, antes das finais da Taça Libertadores, que serão disputadas somente depois da Copa do Mundo.

O Botafogo estreia na competição no dia 29 de janeiro, contra o Deportivo Quito, no Equador.

Fonte: Extra Online