Apesar de os representantes de Pedro Larrea dizerem que ele está livre no mercado para acertar com o Botafogo, não é o que pensa a LDU de Loja.  O presidente Jaime Villavicencio afirmou à Rádio Super K-800 que o volante não seguiu o caminho correto.

– Quando entrou na Justiça, a Liga de Loja só devia dois meses de salário, portanto não cabia o trâmite para ele se declarar livre. Tomou um caminho equivocado – afirmou o dirigente, que criticou os empresários de Larrea.

– Está mal assessorado. Tem contrato até dezembro de 2016. Pagamos 180 mil dólares por um contrato de 4 anos. Se Larrea não quiser continuar, tomaremos medidas legais, com ação por perdas e danos – comentou.

Fonte: Redação FogãoNET