O presidente do Botafogo, Carlos Eduardo Pereira, negou que o clube tenha “comido mosca” ao não aceitar renovar com Gilberto em janeiro, quando o lateral-direito retornou de empréstimo para o Internacional. A notícia tinha sido publicada pelo blog “Bastidores FC”, do Globoesporte.com.

– Tentamos renovar com ele desde março. O Gilberto era acompanhado por nós. Tínhamos a preocupação do Inter exercer a compra dos direitos dele quando voltou, e quando a nova comissão técnica assumiu indicamos logo: “esse rapaz tem enorme potencial”. Dois meses depos começamos as trataivas para renovar. Só que ninguém renova com alguém que quer ouvir outras propostas e buscar outro caminho. Ele já estava focado em outro direcionamento – afirmou Pereira à Rádio Globo.

Fonte: Redação FogãoNET