Carlos Eduardo Pereira, presidente do Botafogo, está na bronca por não poder utilizar o Estádio Nilton Santos na abertura do Campeonato Carioca, contra o Boavista, dia 31. Devido às obras no entorno, o jogo passou para São Januário. Está marcada para esta sexta-feira uma reunião com representes da Prefeitura e do Consórcio Engenhão.

– O Botafogo só volta ao Engenhão quando estiver tudo em ordem, tudo perfeito. A responsabilidade é toda deles (consórcio e Prefeitura). Sem dúvida é mais um prejuízo que amargamos. Prejuízo de gestão, retorno, sócio-torcedor, imagem, publicidade, credibilidade. É muito ruim. Mas essa conta vai ser cobrada mais adiante. Não tenha dúvida – afirmou o presidente alvinegro em entrevista ao Globoesporte.com.

Fonte: Globoesporte.com