Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Taça Rio

09/05/21 às 18:00 - Nilton Santos

Escudo Nova Iguaçu
NOV

X

Escudo Botafogo
BOT

Carioca

02/05/21 às 18:00 - Nilton Santos

Escudo Botafogo
BOT

0

X

0

Escudo Nova Iguaçu
NOV

Carioca

25/04/21 às 18:00 - Nilton Santos

Escudo Botafogo
BOT

4

X

0

Escudo Macaé
MAC

Presidente reclama da Prefeitura no Niltão e fala de planejamento para 2016

0 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Em 2016, por causa do Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro, os estádios Nilton Santos e Maracanã serão entregues ao COI (Comitê Olímpico Internacional). A data ainda não foi estipulada, mas o Botafogo já saiu na frente e nesta terça-feira vai assinar o acordo de cooperação com a prefeitura de Niterói para a revitalização de Caio Martins. O início das obras ainda não foi definido pelo clube. A diretoria, entretanto, tem a intenção de utilizar o estádio já no início da temporada 2016 para a disputa do Campeonato Estadual do Rio de Janeiro.

Enquanto isso, o Nilton Santos já começa a passar por pequenas obras. Em agosto, a RioUrber emitiu uma nota oficial afirmando que o estádio já estaria liberado com a capacidade total de 45 mil torcedores. No entanto, atualmente, a capacidade é de 25 mil, de acordo com laudos do corpo de bombeiros. Existe um temor de como o Nilton Santos será devolvido ao clube após os Jogos Olímpicos. Em exclusiva à reportagem da Super Rádio Tupi, o presidente Carlos Eduardo Pereira fala sobre a como está a situação e analisou as condições do estádio para o futuro.

“Nós estamos tentando administrar essa questão desde que o estádio começou a ser interditado parcialmente pela prefeitura. Estamos tentando fazer com que os jogos sejam realizados com o mínimo possível de transtorno. Mas temos enfrentado muitas dificuldades. O diálogo com a prefeitura do Rio é muito difícil, complexo. Eles não são abertos às negociações. São muito duros. Existem problemas com o estádio, ele será entregue ao Comitê Olímpico e resta agora torcer para que o trabalho seja de boa qualidade e as coisas melhorem após os Jogos Olímpicos”, afirmou.

Dentro de campo, se não tem empolgado, ao menos o time tem sido eficiente na disputa pela Série B. Líder da competição com 52 pontos, cinco à frente do segundo colocado, Paysandu, os comandados de Ricardo Gomes têm agora 97% de chances de subir. A missão, agora, é conter a ansiedade com a proximidade da volta à elite.

“É um momento importante. Cada vez que avançamos sabemos que o próximo passo será difícil. Estamos enfrentando equipes que querem subir e não querem cair. Tem equipes que querem ter a oportunidade de fazer um gol num goleiro de seleção brasileira ou aquelas que querem fazer um gol para impedir a caminhada do líder. Então é um desafio duro. Temos muitas partidas em curto período de temporada. Vamos jogar amanhã e dar uma respirada para recuperar as forças”, disse.

Confira outros pontos abordados na entrevista:

OBJETIVO PRINCIPAL
Nós temos olhado mais adiante. É o título. Voltar à Série A é a principal consequência. Mas queremos voltar como campeões da Série B. É um prêmio que daria muito orgulho

PLANEJAMENTO PARA O PRÓXIMO ANO
O mais importante é ter a estrutura. A partir disso, nós conseguiremos montar novamente o elenco pra Série A. Então o importante é contar com o trabalho do Ricardo, com o trabalho do Lopes, renovando os contratos dentro das nossas possibilidades. O Jefferson já sabemos que tem contrato até 2017, assim como alguns jovens, como o Luis Henrique. Então, gradualmente, vamos agora compondo o elenco dentro da observação do Ricardo.

ECONOMIA DO CLUBE
Sabemos que o momento do país é super complexo. No planejamento nosso no início do ano tínhamos a expectativa de contar com novos patrocínios e reforços. Infelizmente, o país está vivendo esse momento complicado e tivemos que encontrar outras alternativas. Felizmente, temos conseguido manter o salário do elenco em dia, o que é um elemento fundamental para termos um bom rendimento e caminharmos para o título e rumo à Série A.

Notícias relacionadas
Comentários