Mais de 25 mil pessoas estiveram presentes no estádio Nilton Santos para acompanhar a partida entre Botafogo e América-MG, domingo (16), pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro. A promoção de ingressos feita pelo clube – que vendeu entradas por preços populares para encher o estádio e ter apoio massivo da torcida – deu resultado.

O time carioca, que não vencia há três rodadas, bateu o América por 1 a 0, com gol de Lindoso, afastou-se da zona de rebaixamento e pode aliviar a pressão no Brasileiro. O elenco e a comissão técnica agora têm tranquilidade para “virar a chave” e focar na Sul-Americana, em que enfrentam o Bahia, quinta-feira, pelo jogo de ida das oitavas de final.

Os ingressos para o jogo foram vendidos por valores entre R$ 5 (meia-entrada) e R$ 20. A média de pagantes do time na Série A, que é de cerca de 8 mil por jogo, quase triplicou: foram 23.089 pagantes (25.382 presentes), com renda de R$ 222.515,00. Para efeito de comparação, nos últimos dois jogos do Bota como mandante, o número de pagantes foi 5.320 (contra o Cruzeiro) e 5.566 (contra o Sport).

“Não é qualquer torcida que coloca 25 mil num momento muito difícil. Deu para saber a importância para nós. Temos muitas decisões pela frente, e o apoio deles é fundamental”, afirmou Erick na zona mista após o jogo. Titular neste domingo, o atacante fica fora do jogo com o Bahia por já ter defendido o Atlético-MG na competição continental.

O técnico Zé Ricardo também elogiou a presença massiva dos torcedores no Nilton Santos. “Realmente estávamos com público bem menor. Não é uma relação padrão, temos que jogar bem com qualquer que for o público, mas a energia é outra. Jogadores entrando e saindo do estádio percebem que vai ter público legal, isso vai contagiando.”

“Certamente que a presença da torcida traz todo um clima para que a gente possa melhorar a nossa performance”, acrescentou, No entanto, Zé Ricardo mostrou cautela em relação ao duelo da Sul-Americana e pregou respeito ao adversário.

“Vamos estudar bem a equipe do Bahia, não tem uma regra, sabemos que eles são muito fortes em Salvador. Trazer para o Nilton Santos uma condição de classificação”, completou o comandante.

O jogo está marcado para quinta-feira (20), às 21h45 (de Brasília), na Arena Fonte Nova. A partida de volta será dia 3 de outubro, no Engenhão.

Fonte: UOL