Entre os dirigentes do Botafogo, a renovação com Jobson é questão de tempo. Com fim de contrato no dia 24 de junho, a oferta de mais um ano de vínculo parece ser ponto comum entre as partes, restando apenas o acerto econômico com o jogador. Sem dar prazo para definir a questão, o vice de futebol, Antônio Carlos Mantuano, diz que o acordo está por detalhes.

— O acordo está próximo. Não instituímos um prazo para encerrar essa questão. Nossa ideia inicial é renovar por mais um ano, com possibilidade de chegar ao fim de 2016. São alguns detalhes que nos separam do acerto — declarou o diretor.

O bom rendimento de Jobson justifica o desejo do Botafogo de ficar com o jogador. Com cinco gols no Estadual, o camisa 7 já é artilheiro da equipe. Nos bastidores do clube, apenas a questão salarial separa as partes de um acerto, com o jogador querendo valorizar seu contrato. O Botafogo, por sua vez, tenta manter o acordo próximo do teto de R$ 60 mil estabelecido pela direção.

Nesta sexta-feira, Jobson foi liberado pelo clube para resolver problemas particulares. O jogador viajou a Brasília para resolver questões relacionadas ao filho, mas deve treinar neste sábado pela manhã. O camisa 7 não é problema para a partida deste domingo contra o Resende, às 18h30, no Estádio Nilton Santos.

Fonte: Extra Online