A mídia insiste que a torcida do Flamengo foi maioria no Maracanã no clássico com o Botafogo neste domingo, mas não informa que os alvinegros, mais uma vez, calaram os rubro-negros. Mesmo em menor número, os botafoguenses fizeram mais festa, cantaram mais e saíram felizes com a vitória por 1 a 0.

Até mesmo o técnico René Simões, em participação no programa “Balanço Esportivo”, da CNT, comentou sobre o assunto quando falou do treino do seu time no Maracanã, na sexta-feira.

– Foi fundamental. A comissão técnica tinha uma preocupação de como ia repercutir, eu avisei que iam ter gozações, mas tínhamos um contra-veneno. O Flamengo quis jogar no campo do Macaé e não conseguiu. Então, eu preciso treinar no campo do jogo. Isso não é a grandeza do Flamengo nem a pequenez do Botafogo, é uma adaptação do jogador ao campo. Eu tinha cinco jogadores, além de mim mesmo, que nunca tinham ido no Maracanã novo. Torcida é mais perto, trabalha mais no teu ouvido. Eu fiquei impressionado porque a torcida do Flamengo não me incomodou em momento algum hoje – relatou René.

Fonte: Redação FogãoNET