O técnico René Simões evitou apontar Bill como responsável pelo empate do Botafogo em 1 a 1 com o Barra Mansa nesta quarta-feira, em Volta Redonda. O atacante teve a chance de dar a vitória ao Glorioso aos 41 minutos do segundo tempo, mas perdeu o pênalti. O treinador atribuiu o tropeço à queda de rendimento da equipe no segundo tempo, principalmente após a entrada de Murilo no lugar de Diego Jardel, machucado.

– (O pênalti) Daria a vitória, mas não corrigiria nossos erros. Nosso segundo tempo foi muito ruim, o contrário de tudo que eu pensei. No primeiro tempo controlamos bem o jogo, mas no segundo tempo o Diego Jardel recebeu uma pancada, tivemos que mexer e o time perdeu o equilíbrio, não se encontrou em nenhum momento. E numa das várias bolas cruzadas na nossa área, uma acabou entrando – afirmou René Simões, dando a entender que reprovou a entrada de Murilo:

– A primeira modificação poderia ter sido diferente, a que eu fiz não rendeu aquilo que esperávemos. Então tivemos que fazer outra para tentar corrigir, aí tivemos de tirar o Jean, o que já estava previsto… Foi um conjunto de fatores.

René disse que Bill é um dos cobradores de pênalti da equipe e que estava treinando bem o fundamento.

– Ele é o homem de bater o pênalti, bate e sempre faz gols nos treinos. Poderia ser o Gegê também, qualquer um dos dois poderia bater e perder. Perdeu, não é bom, não é fácil liderar um campeonato, é um peso muito grande. Acredito que dificilmente sairemos da liderança, mas não foi um bom resultado.

O Botafogo chegou aos 29 pontos, mas pode perder a liderança do Campeonato Carioca ainda nesta rodada. Para isso acontecer, o Flamengo precisaria vencer o Bangu logo mais no Maracanã por pelo menos 2 a 0 e/ou o Vasco derrotar o Boavista quinta-feira, em Bacaxá, por no mínimo 4 a 0.

Fonte: Redação FogãoNET