O técnico René Simões mantém os pés no chão quanto ao rendimento do atacante Jobson. Mais uma vez, contra o Nova Iguaçu, o jogador foi fundamental na vitória alvinegra por 2 a 1, mas o treinador foi calmo em sua análise e freou a empolgação.

— Não sei dizer se ele é o novo Jobson. Sei que ele tem cumprido todas as obrigações. E está sendo tratado da mesma forma que os outros jogadores. Quando vai bem, é elogiado. Quando não vai bem, sofre com as consequências — afirmou René.

À dupla de ataque, formada por Bill e Jobson, que tem feito sucesso no Carioca, o técnico fez elogios.

— Acho que a parceria está muito legal neste momento. Bill desta vez não marcou, mas deu a assistência, e uma bela assistência por sinal. Isso é importante — analisou.

René fez questão de elogiar também a torcida do Botafogo que, segundo ele, em nenhum momento vaiou o time alvinegro, nem quando estava perdendo por 1 a 0.

— Me falavam que a torcida do Botafogo era impaciente, mas não vi isso. Acho que eles apoiaram bastante. Acho que o torcedor abraçou a nossa causa — comentou o treinador, que preferiu não falar sobre o clássico com o Flamengo, próximo jogo do time no Estadual, no dia primeiro de março.

O goleiro Jefferson, porém, não fugiu do assunto.

— A expectativa é grande. Os jogos contra o Flamengo sempre dão o que falar. Vamos continuar trabalhando para chegarmos fortes no fim de semana — disse o ídolo.

Fonte: Extra Online