O presidente do Botafogo, Carlos Eduardo Pereira, ainda não quis confirmar a renovação de contrato com a Puma. Segundo o Lancenet!, a extensão do vínculo seria por apenas seis meses, tempo suficiente para que o clube possa resolver o imbrólgio envolvendo o Grupo Dass, da Fila, que cobra R$ 10 milhões pela quebra unilateral de contrato em 2011.

– Estamos estudando uma prorrogação do contrato com a Puma para o primeiro semestre. Assim, teremos fornecedor do material esportivo e ganharíamos tempo para negociarmos melhor uma parceria mais longa. Estamos confiantes, mas não está assinado ainda – afirmou o o presidente ao Lancenet!.

Fonte: Lancenet!