Em uma partida de não muitos lances de perigo, foi de Rodrigo Pimpão a bola do jogo. Aos 47 minutos da etapa final, o atacante recebeu livre pelo lado direito, avançou, fica de frente com Alex Muralha, e mandou a chance da vitória para fora.

Ao final do jogo, Pimpão assumiu a responsabilidade pelo gol perdido, mas procurou valorizar o resultado.

— Viemos com muita vontade de ganhar. Eu pequei naquela finalização, mas conseguimos um ponto — analisou o jogador.

Menos diplomático foi o volante Bruno Silva, que, sem citar nomes, sugeriu que o o companheiro fez a escolha errada no lance que poderia ter dado os três pontos para o Botafogo no clássico.

— Nós não fizemos o gol, mas tivemos mais posse de bola. Só que precisamos ser mais solidários, passar a bola para quem está melhor colocado — apontou Bruno Silva.

Na jogada, Rodrigo Pimpão era acompanhado pelo atacante Sassá, que entrava pelo lado esquerdo.

O técnico Jair Ventura disse não ter gostado do resultado ontem. Ele elogiou a luta dos jogadores, mas ressaltou que já são dois empates consecutivos no Brasileiro.

— Não saio satisfeito porque o Botafogo joga sempre para ganhar. Levar o Botafogo o mais alto com o empate não é possível — disse.

Fonte: Extra Online