O Botafogo segue focado na disputa por uma vaga na Libertadores em 2017. Neste sábado (05), a equipe encara o Flamengo, no Maracanã, Às 17h (de Brasília), pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro. Porém, a possibilidade de retornar à competição internacional fez com que a diretoria alvinegra corresse para reforçar o elenco visando à próxima temporada.

O primeiro reforço do Botafogo para 2017 é Roger. O atacante de 31 anos atuou pela Ponte Preta nesta temporada. Em 44 jogos pela equipe de Campinas, marcou 22 gols. Mas depois de vazar a notícia que o jogador assinou pré-contrato com o Glorioso, o atleta teve o seu contrato rescindido pela diretoria da Macaca.

Em entrevista exclusiva ao Esporte Interativo, Roger não escondeu a felicidade de assinar com o Botafogo, revelou que Camilo o incentivou a acertar com a equipe de General Severiano, aproveitou para mandar recado para a torcida alvinegra e, inclusive, citou nomes do atual elenco da Ponte Preta que, segundo ele, podem ser bons nomes para o Glorioso em 2017.

Ficou triste de como a diretoria da Ponte Preta tratou o assunto?

Muito triste por ser demitido. A demissão é muito dura para as pessoas. Achei muita injustiça por parte da Ponte. Ainda mais por eu ter assinado com o Botafogo. Então, assim, não tem nenhum mistério nisso. Eles não gostaram, mas vida que segue.

A sua família apoiou a sua decisão em fechar com o Botafogo?

A minha esposa já queria morar no Rio de Janeiro. O custo é bem alto, mas eu sempre segurava ela. Mas, a minha família está muito feliz. Minha esposa, meus filhos, estamos todos muitos felizes e animados com o novo projeto.

Conversou com algum jogador do Botafogo parta pegar informações a respeito do Botafogo?

Conversei com Camilo. É meu amigo pessoal jogamos na Chapecoense juntos, temos uma identidade bem legal, somos amigos e conversamos. Somos evangélicos. É um cara que eu liguei para saber como estava o clube, a estrutura e me deu todas as forças. Estou animado para esse reencontro com o meu amigo, animado demais. Ansioso para esse momento.

Quer mandar recado para a diretoria e para a torcida do Botafogo?

Claro. Quero agradecer primeiramente à diretoria, por ter acreditado no meu trabalho, por ter dado a chance de voltar para uma grande equipe. Gostaria dizer para o torcedor que vou botar essa bola para dentro. Essa é a minha função. É de fazer gols. Com o time que tem, com o elenco que tem, com as chances que criam, com certeza vamos fazer história. Estou muito feliz, mando um abraço à torcida, peço o apoio de todos e vai ser um ano de muito sucesso.

Você trabalhou com Eduardo Baptista, técnico da nova geração. Agora vai ter a oportunidade de conhecer Jair Ventura, em seu primeiro trabalho como treinador. Aprova essa renovação?

Dou total apoio. Respeito os mais antigos, pelas as suas histórias. Eu acredito na juventude, na renovação. Enfim, acredito muito nessa rapaziada jovem. O próprio Eduardo Batptista, com quem trabalhei aqui na Ponte. São técnicos que estão chegando no futebol nacional.

Quer indicar alguns jogadores da Ponte Preta ao técnico Jair Ventura?

Cara, eu acho um time muito bom. A Ponte Preta tem boas peças. O João Victor, volante, é um jogador que vem fazendo boa temporada, muito regular. Reinaldo, lateral esquerdo, tem contrato com o São Paulo, mas vem fazendo um bom Brasileiro, o atacante Rhayner, também é um bom nome. São nomes mais fáceis, com contrato mais curto e mais fácil de sair da Ponte. São esses que sugeriria.

Experiente, Roger atuou por diversos clubes além da Ponte Preta: São Paulo, Palmeiras, Al-Nasr, dos Emirados Árabes, Sport, Fluminense, Vitória, Guarani, Kashiwa Reysol, do Japão, Ceará, Atlético Paranaense, Suwon Bluewings, da Coreia do Sul, Chapecoense, Bahia e Red Bull-SP.

Fonte: Esporte Interativo