A novela está chegando ao fim. À espera de conseguir fechar negócio com o Botafogo por Bruno Silva ainda nesta semana, a Raposa aceitou a contraproposta do clube carioca de pagar R$ 4 milhões à vista e ceder o atacante Roni, de 22 anos. Segundo informações apuradas pela equipe de reportagem do Esporte Interativo e, como o próprio empresário de Bruno Silva confirmou, a situação está encaminhada e há um acordo verbal.

“Está praticamente certo. Não vou falar que está certo porque ainda faltam alguns detalhes. Mas já está tudo encaminhado”, afirmou Carlinhos Sabiá, empresário do volante.

O próximo passo é o acerto salarial entre Roni e Botafogo, além da aprovação nos exames médicos. O agente de Bruno Silva confirmou também que falta o “ok” da Ponte Preta, que é dona de 60% dos direitos econômicos do volante e precisa autorizar a transferência. Dessa forma, as partes interessadas na transação esperam selar a transferência ainda nesta semana.

Bruno Silva foi um dos destaques do Alvinegro em 2017. Dos 60 jogos que disputou, fez nove gols, deu nove assistências e esteve presente na seleção do Campeonato Brasileiro ao lado de Thiago Neves, do Cruzeiro, no meio-campo. O jogador, que tem contrato com o Botafogo até o fim de 2018, tem multa rescisória de R$ 20 milhões. Dessa forma, a Raposa pretende comprar 40% dos direitos econômicos que pertencem ao clube carioca. O restante é da Ponte Preta.

Moeda de troca

Roni, de 22 anos, é cria da base do Remo, mas viveu o melhor momento com a camisa do Náutico na Série B de 2016. Apesar de pertencer ao Cruzeiro, nunca teve chance no clube de Belo Horizonte. Após retornar do Timbu, foi negociado com o Albirex Niigata, do Japão, onde está no momento. No clube asiático, o atleta disputou 36 jogos e marcou oito gols.

Provável reforço do Botafogo, Roni se destacou pela velocidade e habilidade. O jogador brilhou no Remo e na Série B de 2016 pelo Náutico atuando pelas beiradas do campo e mostrando poder de finalização, com 11 gols na competição.

Fonte: Esporte Interativo