Após quatro vitórias seguidas, o Botafogo empatou com o Santos em 1 a 1 nesta quarta-feira, na Vila Belmiro, pela antepenúltima rodada do Campeonato Brasileiro, e praticamente garantiu a classificação para a Copa Sul-Americana de 2019. Sem chances de ir à Libertadores, o Glorioso foi a 48 pontos e ocupa a nona colocação. Agora, terá só mais dois jogos a fazer, contra Paraná, segunda-feira, em casa, e depois Atlético-MG.

O Botafogo entrou em campo na Vila Belmiro ainda sonhando com a vaga na Libertadores e começou jogando bem, colocando pressão em cima do Santos e construindo boas jogadas – numa delas, Moisés chutou com perigo. Mas, por volta dos 20 minutos, as chances se esvaíram com a vitória do Atlético-MG, em Porto Alegre.

Não se sabe se foi por coincidência ou não, depois disso o Botafogo perdeu um pouco da presença ofensiva e viu o Santos assustar. Aos 34 minutos, Felippe Cardoso fez boa jogada e acertou o travessão. No minuto seguinte, após uma bobeada geral do sistema defensivo do Glorioso, Rodrygo chutou duas vezes para abrir o placar para o Peixe: 1 a 0.

O Botafogo voltou para o segundo tempo em cima do Santos. Logo aos seis minutos, Erik acertou a trave, de cabeça. Na bola parada, o Fogão conseguiu o empate, aos 14: Leo Valencia cobrou falta da direita, Erik tocou de cabeça no segundo pau para o meio da área e Brenner completou para as redes. Dois minutos depois, Moisés teve a chance de virar, mas Vladimir salvou.

Logo na sequência, o Santos chegou pela primeira vez com perigo no segundo tempo, mas Gatito Fernández salvou na finalização de Copete. Os dois treinadores mexeram nas equipes, a partida caiu um pouco de produção, mas o Botafogo poderia ter vencido. Aos 40 minutos, após uma boa chegada do ataque, Rodrigo Pimpão teve a chance de virar, mas acabou exitando na hora do chute e foi desarmado. No último minuto, porém, quem poderia ter vencido foi o Santos: Gatito salvou uma cabeçada quase em cima da linha do gol.

Próximos jogos

O Botafogo volta a campo na próxima segunda-feira para encarar o lanterninha Paraná, às 20h, no Estádio Nilton Santos, em jogo que deve marcar a despedida do goleiro e ídolo Jefferson. Depois, no dia 2, o Glorioso fecha sua participação no Campeonato Brasileiro diante do Atlético-MG, no Independência.

FICHA TÉCNICA
SANTOS 1 X 1 BOTAFOGO

Estádio: Vila Belmiro
Data-Hora: 21/11/2018 – 21h
Árbitro: Heber Roberto Lopes (SC)
Assistentes: Henrique Neu Ribeiro (SC) e Eder Alexandre (SC)
Renda e público: R$ 64.715,50 / 3.620 torcedores
Cartões amarelos: Gabriel e Luiz Felipe (SAN); Marcinho e Matheus Fernandes (BOT)
Cartões vermelhos:
Gols: Rodrygo 35’/1ºT (1-0) e Brenner 14’/2ºT (1-1)

SANTOS: Vladimir; Victor Ferraz, Luiz Felipe, Gustavo Henrique e Dodô; Alison, Diego Pituca e Arthur Gomes (Copete 18’/2ºT); Felippe Cardoso (Eduardo Sasha 33’/2ºT), Rodrygo (Anderson Ceará 31’/2ºT) e Gabriel – Técnico: Cuca.

BOTAFOGO: Gatito Fernández; Marcinho, Marcelo Benevenuto, Igor Rabello e Moisés; Rodrigo Lindoso, Matheus Fernandes e Leo Valencia (Renatinho 26’/2ºT); Erik (Rodrigo Pimpão 34’/2ºT), Luiz Fernando e Brenner (Kieza 29’/2ºT) – Técnico: Zé Ricardo.

Fonte: Redação FogãoNET