Passadas as celebrações do Natal, o Cruzeiro volta a concentrar sua carga para a contratação dos últimos reforços de 2018. Nesta quarta-feira, a diretoria mineira tem um novo encontro marcado com o agente de Bruno Silva para definir a última pendência e anunciar a contratação do atleta. O único entrave até o momento é na data para efetuar o pagamento.

A situação entre o volante, o Botafogo e o Cruzeiro está bastante avançada. O detalhe que ainda não foi definido é sobre a data para o pagamento da transferência. O Bota só aceita receber a quantia no dia 4 de janeiro. Se isso não acontecer, Bruno será aguardado normalmente para a reapresentação do elenco alvinegro, algo que o Cruzeiro quer evitar.

A intenção da diretoria celeste é transferir o montante no dia 10, período em que já estará abastecida financeiramente com cotas de TV e patrocínio. Contudo, se o pagamento for realizado somente neste dia, Bruno Silva só se apresentará na Toca da Raposa após essa data, perdendo no mínimo uma semana da pré-temporada. O impasse faz com que a cúpula celeste busque antecipar a transferência a fim de selar a contratação o mais rápido possível.

Para tirar Bruno Silva de General Severiano, o Cruzeiro irá desembolsar R$ 4 milhões e pagará à vista pelo jogador. Além disso, o clube mineiro ainda cederá parte dos direitos econômicos do jovem atacante Roni, que estava no Albirex Niigata, do Japão, e vai se transferir para o clube carioca.

Itair Machado, vice presidente de futebol do Cruzeiro, e Carlinhos Sabiá, empresário de Bruno, iniciaram as conversas há pelo menos dois meses. Revelado pelo Villa Nova de Nova Lima, o volante já tem o desejo antigo de voltar para Minas Gerais e vai assinar por três anos com a Raposa.

Fonte: UOL