Seedorf cumpriu acordo com a diretoria do Botafogo e se reapresentou na manhã desta segunda-feira em General Severiano. O retorno do holandês às atividades no Alvinegro esfria um pouco os rumores que apontam o fim da sua carreira para assumir o comando técnico do Milan. O técnico do Massimiliano Allegri foi demitido, e o camisa 10 é apontado pela imprensa italiana como o grande favorito para assumir o clube rossonero já nesta semana.

Em meio a especulações, Seedorf apareceu na sede do Botafogo para iniciar os exames médicos de início da temporada. O holandês terá uma reunião logo após cumprir a rotina ao lado médicos e decidirá data para chegar em Saquarema – local da pré-temporada do Botafogo. Há a possibilidade de isso acontecer nesta segunda-feira ou na terça. Embora remota, ainda existe a chance de o camisa 10 não se juntar ao elenco na cidade da Região dos Lagos e treinar em tempo integral no Rio de Janeiro.

“Isso é especulação. Ele tem contrato, é profissional e está focado no Botafogo. Por enquanto, a cabeça dele está aqui com a gente. Temos uma oportunidade grande de sermos campeões da Libertadores, o que seria inédito. Isso é especulação. Enquanto tiver contrato estamos contando com ele”, disse o capitão Jefferson.

No fim de dezembro, Seedorf pediu a diretoria alguns dias a mais de férias, o que foi concedido. O holandês foi visto na praia na mesma hora em que os companheiros suavam a camisa nos treinamentos. Porém, mesmo na folga, o holandês recebeu uma cartilha da comissão técnica e manteve a rotina de treinamento, algo que ele já faz por conta própria.

Seedorf tem vínculo com o Botafogo até junho, mas caso o jogador decida encerrar sua carreira como jogador para virar treinador, o Alvinegro não receberia qualquer tipo de compensação financeira, já que a situação é prevista em contrato.

Porém, a tendência é que ele encerre a carreira de jogador no Botafogo em junho e inicie a de treinador, no Milan.

Fonte: UOL