O problema financeiro do Botafogo parece não ter fim. São cinco meses de atraso no direito de imagem, três de carteira e o FGTS, e protesto de jogadores. O atraso fez com que um dos jogadores do elenco ajudasse financeiramente os companheiros.

Segundo informações de pessoas do clube, Emerson Sheik teria ‘juntado’ R$100 mil e dividido com os funcionários mais humildes do Botafogo. Emprestado pelo Corinthians, o Sheik recebe todo seu salário pelo clube paulista.

Na semana passada, o técnico Vagner Mancini disse para a imprensa que um jogador do clube vem ‘socorrendo’ financeiramente os demais. Porém o técnico não citou quem era o atleta:

– Vivemos uma situação atípica, há muito tempo que eu não vivia uma situação de atraso tão grande. Isso tem causado um desgaste muito grande em todos os setores do Botafogo. Qualquer ser humano com cinco meses de salários atrasados tem dificuldade de se concentrar no jogo.

Fonte: Fala Glorioso