Segundo apurou a ESPN, o Botafogo já chegou a um acerto pessoal com o técnico Alberto Valentim.

No entanto, para ter o treinador, a equipe carioca deve pagar a multa rescisória ao Avaí, já que Valentim tem contrato vigente com a equipe catarinense.

Em contato com a reportagem, o presidente do clube da Ressacada, Francisco Battistoti, afirmou que isso ainda não foi feito.

“O Anderson Barros [gerente de futebol do Botafogo] me ligou e disse do interesse em ter o Valentim. Aqui, sigo com a mesma situação: enquanto o Botafogo não enviar um documento dizendo que vai pagar a multa, não abrimos negociação. Se enviar o documento, pode negociar. Se não, Valentim seguirá como técnico do Avaí”, salientou Battistoti.

Questionado se a multa rescisória de Alberto é de R$ 200 mil, como divulgado pela imprensa carioca, o cartola avaiano limitou-se a dizer que “é maior que isso”.

Valentim, por sua vez, também confirma o interesse do Botafogo, mas garante que só negociará após o jogo contra o Vasco, nesta quinta-feira, às 19h15 (de Brasília).

“Tem jogo amanhã (quinta), foco total no jogo contra o Vasco. Temos de nos preparar bem para esta partida. A gente ficou de conversar depois do jogo sobre algumas coisas”, afirmou.

“Todo mundo sabe e já saiu até do presidente Francisco Battistotti sobre o interesse do Botafogo para a minha volta ao clube. Estive no Rio de Janeiro, ontem, para resolver problemas particulares e coincidiu com a conversa entre o Anderson Barros e o nosso presidente. Ele fez uma coisa ética, que foi avisar o presidente sobre a intenção de contar comigo”, completou.

Nos bastidores do Botafogo, por sua vez, diz-se que o pagamento da multa não é problema, a despeito da crise financeira do Alvinegro, que passado por atrasos nos pagamentos de atletas e funcionários.

Vote nas enquetes abaixo:

Fonte: ESPN Brasil