Internamente o Botafogo já decidiu que Eduardo Húngaro será o treinador em 2014. Porém, o anúncio oficial não tem data para acontecer. Isso, no entanto, não quer dizer que o trabalho não esteja sendo feito. Pelo contrário. E o ex-auxiliar técnico de Oswaldo de Oliveira, que deverá ser efetivado já faz parte do planejamento.

Desde que assumiu o Botafogo, em 2009, o presidente Maurício Assumpção tinha esse desejo de criar treinadores em General Severiano. E Eduardo Húngaro esteve sendo preparado desde o primeiro ano de mandato para assumir o time profissional. Considerado pronto pela diretoria, o futuro treinador encontrará resistência por parte da torcida.

O motivo é claro. Após 18 anos, o Botafogo voltará a disputar a Libertadores e a torcida gostaria de ver nomes consagrados. O Alvinegro até tentou Paulo Autuori, Cuca, Tite e Cristóvão Borges, mas por diversos motivos não conseguiu fechar acordo com nenhum deles. O principal problema foi a alta pedida salarial da maioria, o que fez o time de General Severiano mudar de ideia.

Mergulhado em uma grande crise financeira, o Botafogo enxugará a verba destinada na comissão técnica. Oswaldo de Oliveira recebia aproximadamente R$ 400 mil e só não renovou porque queria um aumento para ampliar o contrato. Com a decisão, o Alvinegro decidiu não gastar tanto com o próximo treinador e por isso encontrou dificuldade em fechar com novo profissional.

Com Eduardo Húngaro, o cenário seria completamente diferente. Seu salário como auxiliar técnico estava na faixa de R$ 20 mil. Para assumir como treinador da equipe, a quantia aumentaria para pouco mais de R$ 50 mil. Portanto, o Botafogo economizaria cerca de R$ 350 mil, que poderá ser utilizado em reforços.

A expectativa do Botafogo é manter a base do time de 2013 para a próxima temporada, além de reforçar a equipe. A primeira contratação já acertada é a de Jorge Wagner, que se reapresentará juntamente com o elenco em janeiro. A diretoria espera fechar com mais dois ou três atletas, além de renovar com alguns jogadores.

Após se classificar para a Libertadores com a quarta colocação no Campeonato Brasileiro, o Botafogo terá que vencer o Deportivo Quito para entrar na fase de grupo da competição continental. O primeiro jogo será na altitude do Equador e o segundo no Rio de Janeiro, no Maracanã.

Fonte: UOL