Site: Seedorf garante G-4 a torcedores. Clube tentará baixar preço de ingressos

Compartilhe:

 O dia foi de protestos no Botafogo. Após cobrarem os atletas no aeroporto do Galeão, na Ilha do Governador, integrantes de uma torcida organizada do clube se deslocaram para o Engenhão. No local, cerca de 20 torcedores invadiram o estádio pelo portão, aberto para a entrada de um caminhão de obra. Eles chegaram ao corredor, conversaram com membros da comissão técnica e exigiram uma reunião com os atletas.

Segundo a torcida Loucos Pelo Botafogo, a reunião com os atletas ocorreu logo em seguida. Seedorf exerceu papel de liderança e comandou a conversa. Os torcedores pediram mais entrega em campo e exigiram a vaga na Libertadores. Em resposta, o holandês garantiu que não há corpo mole e que o Alvinegro jogará a Libertadores em 2014.

De acordo com a torcida, Seedorf pediu uma trégua até o próximo jogo e disse que todos no Botafogo estão com muita vontade de conseguir a vaga na Libertadores. O camisa 10, no entanto, teve que escutar reclamações sobre a critica feita por ele à baixa presença de torcedores no Maracanã.

Por fim, os torcedores pediram para o gerente executivo, Aníbal Rouxinol Segundo, que esteve presenta na reunião, para que realizasse uma promoção no preço do ingresso. O dirigente disse que não havia mais tempo para a partida contra a Portuguesa, mas que faria um pedido formal ao presidente para o duelo com o Atlético-PR, no sábado.

A ira dos torcedores se explica. O Botafogo foi derrotado pelo Internacional e se manteve com 53 pontos, na quarta colocação. Porém, viu o Goiás empatar em número de pontos após empatar com o Flamengo, no último sábado, no Maracanã.

Na próxima rodada, o Alvinegro recebe a Portuguesa nesta quarta-feira, às 21h, no Maracanã. A partida ganhou contornos decisivos para o Botafogo que pode deixar a zona de classificação para a Libertadores após cinco meses – 29 rodadas.

Fonte: UOL

Comentários