‘Telefone sem fio’ pode selar saída de Canales; Botafogo se reúne hoje com agente

Compartilhe:

Enquanto disputa a vida na Libertadores, o Botafogo se debruçou na tentativa de resolver a situação de Canales, que está prestes a rescindir contrato. Fora da relação do torneio sul-americano e também do Estadual, o chileno ficou mal visto internamente por uma suposta dificuldade de manter a forma. Mas segundo pessoas próximas ao atacante, tudo não passou de um telefone sem fio entre membros da diretoria e o técnico Jair Ventura.

O presidente Carlos Eduardo Pereira, que ouviu relatos nada favoráveis a Canales, indicou que fosse relacionado o jovem Renan Gorne. Porém, as informações estavam erradas. O chileno já treinava e até fora do clube. Uma reunião aparou as arestas e contornou parcialmente o problema. Hoje é esperado o agente do jogador para resolver a situação.

Segundo o EXTRA apurou, Jair Ventura afirmava a Canales que não podia contar com ele por ordem da diretoria. Em outra frente, Antonio Lopes justificava que o próprio Jair não queria mais o atleta, que tem um dos maiores salários do atual elenco.

Lopes preferiu ficar calado:

— Não tenho nada para falar. Nada está resolvido.

Jair não respondeu aos contatos da reportagem, assim como o presidente.

Fonte: Extra Online