O Botafogo não desistiu de contratar o atacante Júnior Dutra, liberado via ação judicial do Al Arabi, do Qatar, por falta de pagamentos. Mas as negociações esfriaram, muito por causa do temor da situação se assemelhar com a do equatoriano Pedro Larrea, que quase veio no início do ano.

Larrea também se desvinculou de seu antigo clube, a LDU Loja, pela Justiça, mas a falta de uma comprovação suficiente fez o Botafogo desistir do negócio, com medo de uma reviravolta na frente. O caso de Júnior Dutra é bem similar, e o Alvinegro teria de acionar a Associação de Futebol do Qatar.

Outro problema é um conflito entre empresários. O Botafogo desde o início vinha negociando com o agente Fabiano Farah, só que recentemente André Cury se apresentou como representante do atleta. Além disso, o Santos surge como um concorrente. As informações são do site Globoesporte.com.

Fonte: Globoesporte.com