Torcida do Botafogo segue alvo de críticas, mas cresce público em 73% com Maraca

Compartilhe:

 O Botafogo sofreu um duro baque com a interdição do Engenhão. Sem sua casa, o Alvinegro teve que mandar quatro jogos no Volta Redonda, São Januário e Arena Pernambuco.  Nessas partidas, a equipe teve públicos ruins. Tudo isso mudou com o acordo feito entre o clube e Maracanã, desde agosto, quando viu seus torcedores aumentarem em 73% a presença nas arquibancadas. Mesmo assim, a torcida segue como alvo de críticas.

O próprio presidente do clube, Maurício Assumpção, lidera as críticas cobrando presença mais significativa dos alvinegros no estádio. Mesmo caminho seguiu o volante Marcelo Mattos em entrevista coletiva na última terça-feira. A principal queixa é com relação ao clássico do último domingo, quando o Botafogo bateu o Flamengo por 2 a 1 com muito menos torcedores do que o rival no Maracanã.

“Não sei o que acontece. Estávamos disputando o segundo lugar e o Flamengo vinha próximo aos times que estão perto da degola. Mesmo assim, eles colocaram mais torcedores. Estamos fazendo o nosso máximo dentro de campo. Esperamos que os botafoguenses compareçam, mas sinceramente não sei o que acontece”, desabafou o camisa 5.

“Queremos que eles acreditem sempre, mesmo na derrota. Tivemos alguns resultados negativos e também ficamos chateados. Sabemos que querem títulos e estamos fazendo de tudo para conquistá-los. Esperamos eles no estádio”, completou.

Apesar das críticas, o público do Botafogo apresentou um crescimento considerável após assinar com o Maracanã. Antes de atuar no estádio, o Alvinegro teve 4.192 de média nos jogos diante de Santos, Cruzeiro (Volta Redonda), Fluminense (Arena Pernambuco) e Náutico (São Januário). A partida contra o Goiás, em Brasília, não entrou nesta lista porque a atual casa do time de General Severiano já estava disponível, se tratando de uma escolha comercial da diretoria – 23.332 assistiram ao confronto, a segunda maior presença de torcedores em um confronto da equipe.

Após firmar acordo com o Maracanã, a frequência teve uma mudança significativa. A média de público com a nova casa passou de 4.192 para 15.304. Se apenas esse número fosse levado em consideração, o Botafogo teria a sétima posição no ranking de públicos, atrás de equipes como Flamengo, Corinthians e São Paulo, por exemplo.

Na próxima rodada, o Botafogo viaja até Salvador, onde enfrentará o Vitória, nesta quinta-feira, às 21h, no Barradão. Com 49 pontos, o Alvinegro ocupa a vice liderança atrás apenas do Cruzeiro, com 59.

Fonte: UOL

Comentários