Botafogo voltou a empatar com sabor de derrota. Desta vez, o placar foi um 3 a 3 dentro da Arena Fonte Nova, com a um a menos na metade do jogo pelo Campeonato Brasileiro, diante do Bahia, neste domingo.

Em entrevista coletiva, o técnico Alberto Valentim, além de lamentar a “expulsão injusta” de Rodrigo Aguirre, afirmou que o ponto somado poderia vir em dose tripla, se deu com sabor amargo, mas avisou: gostou do que viu.

– Expulsão injusta. Vimos o lance na televisão com calma. Não foi pênalti. Fica um sabor amargo pelo o que fizemos com um a menos. Gostei da equipe. Infelizmente o resultado não foi o que o time merecia – disse o treinador.

Conforme frisado por Valentim, o Glorioso esteve à frente do placar por três vezes. Ele não pensa que o gol de Allione, já aos 48 minutos do segundo tempo, surgiu por conta de um eventual relaxamento alvinegro.

– Allione conseguiu antecipar, mas o time marcou bem. São detalhes. Relaxar não. Foi uma equipe guerreira, e infelizmente levamos o gol no fim – disse, pouco antes de projetar o próximo compromisso:

– Torcedor tem que nos ajudar, jogo em casa. A gente precisa fechar com uma classificação melhor. O fator casa vale muito quando o torcedor está nos ajudando – finalizou, citando ainda os bons desempenhos de Marcelo Benevenuto e Leo Valencia.

Com o empate diante do Bahia, o Botafogo passa a somar 14 pontos em 11 jogos neste Campeonato Brasileiro. Não tem mais chance de entrar na parada para a Copa do Mundo no almejado G6. O próximo compromisso, o último antes do Mundial, será nesta quarta, contra o Atlético-PR, no Nilton Santos.

Fonte: Terra